Minha Conta | Meus Pedidos | Wishlist | MINHA SACOLA (0)

  • Burberry
  • Tudo começou em 1856, quando Thomas Burberry com apenas 21 anos abriu uma pequena loja de roupas em Basingstoke, Hampshire, na Inglaterra. O jovem aprendiz de tecelão se preocupava muito com a qualidade de suas peças, que ganharam a confiança dos ingleses e transformaram sua loja em um grande empório em menos de 20 anos. A inovação veio com a criação da gabardine em 1880, um tecido impermeável, respirável e super resistente para dias de chuva, que virou matéria-prima de capas de chuva e da indumentária de exploradores e esportistas. O tecido impermeável, macio e chique caiu perfeitamente bem sobre a chuvosa Inglaterra e ainda como opção para o lazer no campo e no mar, tão comum entre a aristocracia da época. A invenção seria patenteada em 1888. Pouco depois, em 1891, com o nome de Thomas Burberry & Sons a empresa inaugurou uma nova loja na região de West End em Londres. Devido á praticidade da gabardine, em 1895, Thomas foi chamado pelo exército britânico para desenvolver um casaco para os oficiais, que seria o antecessor do trench coat (casaco de trincheira). Era o surgimento da famosa capa de chuva, adaptada ao estilo militar. Em 1911, equipado com casacos desenvolvidos pela BURBERRY, o explorador norueguês Roald Amundsen se tornou o primeiro homem a cruzar o Pólo Norte. Pouco depois, em 1914, a marca foi comissionada pelo escritório de guerra para adaptar o antigo casaco dos oficiais para combate. Adicionou eqaulettes e argolas em forma de “D”, e ali nascia o verdadeiro trench coat, um casaco extremamente quente e resistente. Nos anos 20, o tecido xadrez (bege, preto, vermelho e branco), introduzido em 1924 e logo depois patenteado, que é marca registrada da BURBERRY, foi criado e usado no forro desses casacos. O trench coat, forrado com tecido xadrez, ganhou as ruas, se atrelando cada vez mais a um conceito de elegância, que vestiu de políticos a estrelas de cinema, como quando foi utilizado pelos atores Humphrey Bogart e Ingrid Bergman no filme Casablanca. Em razão da importância da marca no mercado britânico (e mundial), em 1955, a BURBERRY foi condecorada com uma Royal Warrant (uma menção honrosa dada a comerciantes e marcas), pela majestade Rainha Elisabeth II. Também neste ano, a marca foi comprada pelo grupo Great Universal Stores (GUS).