Minha Conta | Meus Pedidos | Wishlist | MINHA SACOLA (0)

  • Moirage
  • acabamento com calandra, destinado a produzir sobre o tecido um aspecto especial, dito "chamalote". O tecido, em geral tafetá ou Gros de Tours, passa dobrado entre 2 cilindros quentes. Os 2 tafetás são assim deformados pela pressão e temperatura, para obter este efeito de "Moire". Os cilindros são lisos, areados, estritos ou gravados com desenhos, segundo o tipo de chamalote desejado. O tecido a ser chamalotado, pode ser dobrado de 3 maneiras: I - Ponta de peça sobre a outra ponta de peça: (isso provoca uma quebradura no sentido trama no meio da peça); II - Ourela sobre ourela: (isso provoca uma quebradura em todo o comprimento do tecido); III - Peça sobre peça: são colocados 2 tecidos, um sobre o outro (iguais ou diferentes). Estes 3 processos são necessários conforme o tipo de chamalote desejado. Antigamente o chamalote era destinado aos tecidos de luxo, em virtude desse tratamento não ter durabilidade (com a lavagem saia rapidamente). Porém, atualmente, com os fios sintéticos, pode-se fazer chamalote "permanente".